Ir para conteúdo

Ir para conteúdo

Mato Grosso Saúde
Acompanhe-nos:
Facebook
Notícias
Principal   Notícias
 

07/05/2019 às 11:01:00
Médico do Mato Grosso Saúde orienta sobre cuidados com a visão
No dia do oftalmologista, 07 de maio, médico especialista credenciado ao Mato Grosso Saúde dá orientações sobre cuidados com os olhos para evitar disfunções da visão.

No dia 07 de maio comemora-se o Dia do Oftalmologista, e para celebrar essa data, o Mato Grosso Saúde traz orientações sobre a saúde dos olhos, os riscos e orientações e qual o momento ideal para procurar um médico.

O oftalmologista credenciado ao Plano do Servidor do Estado, Orivaldo Amâncio Nunes Filho, informa que o momento ideal para se procurar um diagnóstico clínico é aquele em que se começa a sentir qualquer desconforto nos olhos. “Pode surgir vermelhidão ou outra situação atípica como manchas nos olhos, visão turva, dificuldade para enxergar de perto ou de longe”.

Para o médico, também há um outro problema de visão que é bastante recorrente, o pterígio, que é uma formação carnosa, geralmente do lado nasal, que avança sobre a córnea.

“O pterígio é um diagnóstico bem comum, e nada mais é do que uma resposta do olho a um processo de irritação ocular crônica. Uma das causas deste é a exposição à luz solar e ao vento. Para alívio dos sintomas, é recomendado o uso de lágrimas artificiais ou um breve tratamento com colírios ou pomadas a base de corticosteroides. Caso os sintomas não diminuam e a visão for afetada, o pterígio pode ser removido por meio de procedimento cirúrgico”.

Outro fator que influencia nos problemas de visão é o hereditário, já que as pessoas acabam herdando dos pais genes que contribuem para algum problema ocular. O ceratocone é um desses exemplos.

“Nessa doença, as pessoas coçam os olhos, normalmente em decorrência de alergia ocular. O fato de coçar o olho faz com que o corpo libere, em sinal de defesa, uma enzima que vai tornando a córnea mais fina. Essa pressão do ato de coçar o olho somado a esse afinamento acarreta em uma deformidade na córnea, o que leva a problemas como astigmatismo irregular, que na maioria das vezes requer o uso de anéis intra-estomais, ou até mesmo casos cirúrgicos”, explicou o Dr Orivaldo.

Se engana quem acha que somente esses fatores podem desenvolver doenças de visão. O uso excessivo dos aparelhos tecnológicos como os smartphones, computadores e outros dispositivos que forçam o olho humano às telas, podem gerar lesões irreversíveis no globo ocular. Para a Organização Mundial de Saúde (OMS), até 2050, metade da população brasileira e mundial terá problemas como miopia. Ainda para a organização, a doença é a terceira principal causa de cegueira.

“O esforço visual excessivo provocados pelo uso contínuo desses aparelhos oode causar dor de cabeça constante, ressecamento dos olhos, vermelhidão, ardência e dificuldades em focalizar a imagem”.

Além disso, é necessário ter um cuidado extra quando se trata de crianças. “Essas novas tecnologias forçam o sistema acomodativo da visão, e este esforço por tempo prolongado vicia o cristalino, de maneira que quando a criança olha para longe o cristalino não consegue se adaptar corretamente às visões mais distantes, isso pode gerar problemas de visão logo no começo de vida dessas crianças”, explicou.

Como recomendação, o especialista orienta que é importante a realização de consultas periódicas, ao menos uma vez por ano, para detecção e tratamento precoces de alterações que costumam surgir na visão no decorrer da vida.

Além disso, o cuidado de proteger os olhos usando óculos escuros com proteção UV, evitar coçar os olhos, jamais usar medicamentos sem a devida prescrição médica, não dormir com lentes de contato, fazer visitas periódicas ao médico oftalmologista, lavar as mãos antes de tocar os olhos, evitar o uso de maquiagem fora do prazo de validade e lembrar de piscar quando estiver diante do computador.

Currículo 

O Dr. Orivaldo Amâncio Nunes Filho é formado pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. Fundador e responsável pelo setor de Catarata e Refrativa do Hospital de Olhos de Cuiabá/MT. Membro Internacional da Academia Americana de Oftalmologia, da Academia Europeia de Oftalmologia e da Associação Americana de Cirurgiões Especialistas em Catarata e Cirurgia Refrativa, EUA. Fundador do Banco de Olhos de Cuiabá e da Clínica e Microcirurgia de Olhos, voltada exclusivamente para atendimento do SUS. É pioneiro no Brasil em realizar cirurgia com córneas artificiais (Ceratoprótese de Dohlmann) e na América Latina na técnica de “SMILE” com uso do Equipamento “Visumax e Mel 80 Zeiss.

Ele realiza atendimentos aos beneficiários do Mato Grosso Saúde no Hospital de Olhos de Cuiabá. Esses e outros oftalmologistas podem ser vistos no Guia Médico do Mato Grosso Saúde, disponível em seu site (www.matogrossosaúde.mt.gov.br) e pelo aplicativo MT Cidadão (Android e iOS).


Fonte: Fernando Campos | Mato Grosso Saúde
 
 
 
 
Localização:
Av. das Flores, nº 941 - Jardim Cuiabá
CEP: 78043-172 - Cuiabá | MT
Atendimento de Segunda-feira a Sexta-feira das 08:00 às 17:00.
Telefone para contato:
(65) 3613-7700      
Acompanhe-nos:
Facebook
© Copyright Instar - 2006-2019. Todos os direitos reservados. Logo Instar
Seta
Copyright Instar - 2006-2019. Todos os direitos reservados - Instar Internet Instar Internet